Referenciais

1-Em 1982 o InCor -HC\FMUSP com 29000m2 e 140 leitos gerava cerca de 1.065 internações/ano. Com a implementação, em dois anos, de Paradigmas - SIATOEF, passou a realizar cerca de 4.600 internações/ano. O custo total aumentou menos de 80% e o custo médio caiu cerca de 140%, com melhoria dos níveis de remunerações e qualidade. A participação do Faturamento - InCor\82 no Custo - InCor era desanimador. Adequadas apropriações demonstraram que o Faturamento InCor\85 gerava superávit de 7%, com qual se custeava Ensino e Pesquisa. Estamos falando de uma realidade-alvo que, atualmente, recebe mais de R$ 150 milhões/ano com 360 leitos instalados – com expansão em curso para 550 leitos financiados pelo BNDES com amortizações pela Fundação E.J. Zerbini.

 

2-Em 1991 a Associação dos Médicos da Maternidade São Paulo contratou o Projeto de Readequações da Maternidade São Paulo: Diagnóstico, Prognóstico e Tratamento; em nível de procedimentos por área-meio, articulados com investimentos, recursos, custos, receitas e resultados. Trata-se de empreendimento de cerca de US$ 25 milhões.

 

3-Em 1990 a UFJF\Universidade Federal de Juiz de Fora - MG, implementou as ações resolutivas inerentes a viabilização do PIES\Plano de Educação e Saúde. O PIES abriga 127 municípios da região da Zona da Mata\MG com 97 hospitais, sendo: 84 locais, 12 regionais e 1 excelência - referência. Durante 14 meses, 12 profissionais(6 da UFJF e 6 Consultores - SP) mais a participação de dois Consultores do BID elaboraram um "PIES" que serviu de suporte para interatividades e os resultados foram inaceitáveis em todas as esferas de análises.

Por isso, os Consultores - SP\UFJF resolveram utilizar as Tecnologias - SIATOEF. Assim, em 35 dias, toda a realidade-alvo em questão estava decodificada, em termos de : a)Aspectos Técnicos("O Que" e "Como")ou Programas - PIES; b)Aspectos Operacionais("Com Quem" e "Com o Que")ou Recursos Humanos e Materiais necessários e suficientes; c)Aspectos Administrativos(ferramentas disponíveis e necessárias); d)Aspectos Econômico-Financeiros(demandas, ofertas, investimentos, custos, receitas e resultados) em nível de: Procedimentos/Área - Meio. O que se queria, com a utilização das Tecnologias - SIATOEF, foi realizado em 1/45 do tempo e recursos alocados pela equipe anterior, sem considerar os desconfortos dos constrangimentos que a Administração Superior-UFJF contabilizou -  antes da SIATOEF. A UFJF, em 10.03.1992, oficiou considerar o Projeto - PIES de autoria da SIATOEF. Trata-se de empreendimento que capta externamente US$ 111,39 milhões que gera investimentos próprios da ordem de US$ 27,8 milhões.

 

4-No início de 1992 o MEC resolveu intervir ou fechar o Hospital Universitário-UFJF. O Prof.Ângelo Atalla entendeu que as duas alternativas não eram pertinentes e propôs elaborar, em quinze dias, o Diagnóstico, Tratamento e Prognóstico do HU -UFJF. A proposta foi cumprida com utilização das Tecnologias - SIATOEF. Assim, o MEC reorientou sua decisões e aprovou o conteúdo do Projeto - SIATOEF, ressaltando a filosofia de trabalho em nível institucional que articula sinergicamente a Assistência com Ensino e Pesquisa. Os resultados imediatos foram extremamente satisfatórios. Em 1992 o MEC contabilizava 47 hospitais universitários com grandes déficits, com exceção do HU - UFJF que fechou o ano com superávit, todos os seus estoques em ordem, preencheu as lacunas da equipe de enfermagem e reiniciara os programas de manutenção e reposições. A média mensal de faturamento foi aumentada em 138%, em três meses. Os custos equalizados, sem as eliminações das pendências, aumentaram cerca de 30%. Até o momento é o único Hospital Universitário do MEC que é superavitário.

 

5-A utilização das Tecnologias - SIATOEF pela Fundação Getúlio Vargas pode ser constada nos ofícios de aceitação dos trabalhos:

 

5.1-Hospital da Policia Militar do Estado do Espírito Santo\Da Situação Atual à de Recursos Otimizados. Trata-se de projeto de readequações e operacionalização do hospital que em sua fase final poderá ter até 330 leitos de alta complexidade, com custeio direto anual em torno de 21,8 milhões. O referido projeto abrigou entorno político muito especial. Por isso, o especialista em serviços de saúde e administração hospitalar foi selecionado de forma a representar o Governador e ter ascendência Técnico-Operacional, Administrativo e Econômico-Financeira sobre o comandante da Polícia Militar e do Secretário da Saúde. Isto foi conseguido, satisfatoriamente, com a indicação do Sr. Orlando Cândido dos Passos.

 

Este profissional exerceu as lideranças em questão de forma  irreparável no trato das questões da Realidade - HPM.

 

5.2-Projeto Operacional e Funcional da FUNHOSP. Trata-se de Hospital Regional destinado a atender a demanda total de ações integrais de saúde do Distrito de Saúde que abriga o Distrito Industrial de Manaus. O Investimento total é de cerca US$ 27,8 milhões e custeio anual, na fase final, será de cerca de US$ 38,0 milhões.

 

6-A utilização das Tecnologias - SIATOEF pela FESP\Fundação da Escola de Sociologia e Política - USP e FIPE\Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - USP, por ocasião da implantação do PAS.SMS.PMSP. Trata-se de empreendimento destinado a atender cerca de 6 milhões de habitantes com custeio anual inicial de cerca de US$ 690 milhões e final de US$ 1,17 bilhões.

 

7-A utilização das Tecnologias - SIATOEF pela SEARHP\Secretaria da Administração e Recursos Humanos e Previdência do Maranhão. Trata-se de empreendimento destinado a atender os Beneficiários - IPEM com ações integrais de saúde, conforma legislação vigente, considerando as readequações e operacionalizações dos recursos disponíveis e que o Maranhão é deficitário.

 

8-A utilização das Tecnologias - SIATOEF pela AMB\Associação Médica Brasileira:

 

8.1-Custos Otimizados de consultas médicas em consultórios pequenos, médios e grandes em São Paulo;

 

8.2-Custos Totais e Médios de Ações Integrais de Saúde com Recursos Otimizados explicitando a participação dos grupos de custos por procedimentos e Áreas-Meio.

 

No primeiro semestre de 1996 estabeleceu-se grande controvérsia sobre o impacto das equipes médicas nos custos dos procedimentos de serviços de saúde. O impasse culminou nos Ministérios da Fazenda\SAE  e Justiça\SDE, que solicitaram a utilização das Tecnologias - SIATOEF. As solicitações foram atendidas com os trabalhos supra referenciados.

Assim, todos foram contemplados com referenciais que permitem articulações amigáveis.

 

9-Inúmeras Instituições se utilizam das Tecnologias - SIATOEF em trabalhos destinados ao equacionamento de questões não elucidadas por outras equipes, tais como: SBBMN\Sociedade de Biologia e Medicina Nuclear, SBDEN\Sociedade de Densitometria, SBNPE\Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral, Abbott Laboratórios do Brasil, Grupo Dimem.

 

10-Ressalte-se que, as analises do Currículo-SIATOEF, nos Estados do Brasil, resultam na caracterização de Notória Especialização e Singularidade na Prestação de Serviços que envolvem Processamento de Diagnóstico, Tratamento e Prognóstico de Instituições de Saúde em Nível de Aspectos Técnicos, Operacionais, Administrativos e Econômicos -Financeiros respectivos.

 

Voltar